sábado, 13 de novembro de 2010

Ópera no Met

Sabe quando uma coisa te toca a ponto de você sair sorrindo sem perceber e uma lagriminha escorrer feliz no canto do olho?

Pensaram besteira né? Nada disso.

Assim foi a apresentação de Dom Pasquale transmitida ao vivo do Metropolitan para 45 países. Eu assisti bonita na poltrona do Cinemark em Campinas, MM’s gigantes em uma mão, Coca gelada na outra, olhos grudados na tela gigante e ouvidos em êxtase.

Que coisa linda, gente. Que elenco de fud...babar.

Um quarteto primoroso, tecnicamente perfeito, vozes incríveis, timing cômico, presença cênica, interpretação deliciosa.

Baixa a cortina, corta para os bastidores – claro que é tão gostoso de assistir, eles estão todos se divertindo, adorando fazer aquilo tudo, pulando e rindo feito crianças pelos corredores daquele teatro fantástico. A equipe de backstage arrasa e acompanhar as trocas de cenário e a preparação dos atores e músicos é um show à parte.

Ah, detalhe: a ópera é toda legendada e comentada nos intervalos, além de trazer entrevistas nos bastidores.

Virei fã. Já registrei as próximas datas e não perco por nada. Vão galera! Vale MUITO a pena. A sala estava bem cheia (ainda bem) mas a idade média por lá devia ser de uns 60 anos. A moçada ainda precisa tomar gosto pela coisa e eu garanto, é só ir uma vez para querer voltar sempre.

Diquinha: tenha um cartão da American Express para pagar meia. Não to ganhando nada, juro. Serviço gratuito de utilidade pública por pessoas mais felizes.

:)

Aí vai uma palhinha da fodástica Anna Netrebko para aguçar as vontades.

video