quinta-feira, 3 de abril de 2008

Fool's Day

O 1º de abril é uma data divertidíssima para a imprensa internacional. Nesse dia, os jornalistas colocam a massa cinzenta para funcionar inventando matérias falsas hilárias, que são publicadas como se fossem verdadeiras.

Vejam só o naipe das matérias. Na Austrália, uma rádio divulgou que em sua visita ao país, o Papa Bento 16 iria rezar uma missa só para homossexuais. Imaginem o papa mais linha dura dos últimos séculos com o seu sapatinho vermelho, uma estola arco-íris e o coro entoando hits da Madonna. Yeah, right.

Na mesma linha, um tablóide inglês resolveu sacanear o presidente francês e informou em primeira mão que ele iria passar por uma cirurgia nos ossos para crescer 12 centímetros e ficar literalmente à altura de sua top-mulher, Carla Bruni. Já no tradicional jornal “Guardian”, deu que o mesmo mulherão, assunto favorito da europeuzada acostumada a primeiras damas sem tanto charme, havia recebido uma oferta de trabalho do premiê britânico para ficar por lá e embelezar o Reino Unido.

Como se pode perceber, a galera das redações pelo mundo afora morreu de rir com as suas criações no chamado Fool’s Day. Teve até pingüim voador na BBC e empresário em complô com o Google, anunciando, vejam só, uma joint venture para colonizar o planetinha vermelho e despejar humanos-marcianos pelo universo.

Enquanto lia sobre as maluquices acima no jornal, me peguei pensando sobre como seria divertido se a imprensa nacional também aderisse à moda mundial e divulgasse matérias estapafúrdias no dia da mentira. Foi quando prestei atenção nas reportagens do dia sobre o país:

“Congresso Nacional ou câmara de gás? Gás misterioso intoxica funcionários e provoca evacuação de emergência em Brasília”

“Obra fura-fila de 800 toneladas e medindo meio quarteirão desequilibra e tomba sobre viaduto”

“Governador que quer ser vice-presidente “confunde as bolas” e chama ministra de presidente na frente do verdadeiro presidente”

Compreendi, então, o porquê de os jornalistas tupiniquins não se empolgarem com a invenção de matérias tresloucadas no 1º de abril. Fool’s Day ou não, notícia no Brasil é sempre uma piada mesmo.

Um comentário:

Paula disse...

Hahahaha...quem não tiver atualizado das notícias não vai entender seu texto!
O que eu mais ri foi da companhia aérea que publicou que daria 50% de desconto para os passageiros que voassem em pé! O telefone não parou de tocar com clientes desesperados querendo a promoção...hahahaha
Fala sério...