segunda-feira, 1 de junho de 2009

E aí?

Você não é prá mim – me diz a boca.

Eu te quero só prá mim
– me dizia o beijo.

E aí, me diz, em quem é que eu acredito?

Um comentário: